sábado, 21 de julho de 2012

Qual o Náufrago Que Ficou Mais Tempo à Deriva?


Foi o chinês Poon Lim (1917-1991), que agüentou mais de 4 meses no mar. Em 1942, o navio inglês Benlomond, do qual Lim era tripulante, afundou próximo à costa da África. Lim se atirou ao mar e achou uma jangada que vagava na correnteza. Lá dentro tinha uma lanterna, 6 caixas de biscoito, 10 latas de conserva, uma garrafa de suco de limão, 5 latas de leite em pó, barras de chocolate e 10 galões de água. Sem remos nem vela, só lhe restava esperar. E no 15o dia o rango acabou. Lim teve de improvisar um equipamento de pesca, e conseguiu fazer um anzol com uma mola da lanterna. À base de peixe cru, e estocando água da chuva, ele agüentou mais algumas semanas. Depois de algum tempo o chinês enjoou dos peixes. Aí teve a idéia de usá-los como isca para capturar gaivotas. Deu certo, e Lim passou a ter aves no menu. Quatro meses e meio depois ele percebeu que a cor do mar estava mudando de azul escuro para esverdeado. Lim estava perto da terra firme. Foi quando viu um barco. Era uma família de pescadores paraenses. Ele tinha chegado à costa brasileira. Emocionado com a história do náufrago, o patriarca da família ofereceu-lhe a filha em casamento ainda no barco. Ele recusou. Finalmente em terra, na cidade de Belém, nosso herói embarcou de volta para a Inglaterra. Foi recebido pelo rei George 6º, e ganhou a Comenda do Império Britânico. Nada mal por 133 dias à deriva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário