quarta-feira, 25 de julho de 2012

Luiza Brunet e Xuxa Reeditam a Parceria Dos Anos 80.


Duas das mulheres mais famosas do país e ainda hoje ícones de beleza, Xuxa Meneghel (49) e Luiza Brunet (50) mostraram por que continuam na moda ao protagonizarem espirituoso e divertido ensaio na casa da apresentadora, no Rio, publicado em primeira mão por CARAS. No próximo sábado, 28, o encontro terá suas cenas exibidas no TVXuxa Especial Anos 80, às 14h40, na Globo. Estrelas do cenário fashion nacional na década de 80, quando brilhavam com seus corpos cheios de curvas e peles bronzeadas, em um cenário já dominado por tops muito magras e branquelas, elas reeditaram a parceria com looks inspirados na época. As fotos são assinadas por Blad Meneghel (26), e produção de Marcelo Cavalcante (43) e Christina Gross“Nosso diferencial era ter corpo de brasileira, peito, bumbum. Éramos loucas por sol, mas não tínhamos marca de biquíni. Fugíamos à regra. Por isso, fazíamos todas as campanhas de lingerie, maiô, o que mostrasse sensualidade”, lembrou Luiza. “As mulheres mais conhecidas eram lá de fora, Twiggy,Brooke Shields. No Brasil, nós éramos as tops”, enfatizou a apresentadora. “Como diziam, só a gente enchia uma calcinha e um sutiã”, acrescentou ela, que nessa fase iniciou o namoro com Pelé (71). “Diziam que comecei a aparecer depois que o conheci. Mas já tinha feito 54 capas antes de iniciar a relação”, ressaltou Xuxa. O tom emotivo aumentou quando ambas relembraram a fase do afastamento. Era o ano de 1985 e Luiza casava-se, pela segunda vez, com Armando Fernandez (61), pai de seus filhos, Yasmin (23) e Antônio (13). “Não tive relação legal com ela e o Armando nessa fase”, confessou Xuxa, que iniciava então sua vitoriosa trajetória na TV. “Nossa história é mais forte do que tudo. Amei ter Luiza de volta na minha vida”, ressaltou a mãe de Sasha (13), com Luciano Szafir (43).
.

– Qual a sensação de posar novamente juntas 30 anos depois?
Xuxa – Mágico. Da conversa inicial à maquiagem, à escolha das roupas. Luiza estava solta, como antigamente. Uma palhaça. Ela falava que agora não podíamos fazer bico por causa das rugas (risos). O carinho voltou com o ensaio.
Luiza – Me surpreendi. A intenção da Xu era fazer como no passado, algo caseiro. Nós nos maquiávamos, não havia direção. Valia o talento de cada uma. Houve de novo a mesma sintonia.
– O que uma destacaria na outra como modelo?
Xuxa – Lu é chique, sabe onde coloca a mão, parece namorar com a câmera. Ela faz a lente virar o olhar do público. Poucas têm isso. E sabe bem o que as pessoas querem ver. Lembro que, naquela fase, fazer uma capa era o auge, ensaio nu, também. Ela era a que mais fazia, a preferida dos fotógrafos. 
Luiza – Além da beleza e do carisma, Xuxa sempre foi generosa e muito família. Para mim, qualidades insuperáveis. E criou um estilo como modelo que virou referencial. Depois partiu para a etapa apresentadora e também se tornou única. Tenho grande admiração por pessoas que fazem a diferença. Ela é uma mulher especial.
– Mas não havia mesmo rivalidade entre vocês duas?
Luiza – Algumas chamadas de revistas eram: ‘Xuxa e Brunet: símbolos sexuais rivais’. Mas não tinha nada disso, éramos amigas.
Xuxa – As outras meninas não aceitavam muito o nosso sucesso, a gente causava. Então, quebravam nosso salto, sujavam o blush... 
Luiza – Uma vez fui empurrada da passarela por uma modelo extraordinária e linda. Rolou ciúme e ela perdeu o respeito.
– É verdade que Pelé se encantou primeiro com Luiza após ter conhecido vocês em um ensaio?
Xuxa – Sim, se interessou por ela, mas aí soube que era casada...
Luiza – Pelé estava no auge. Imagina chegar perto de um ídolo como ele... Nem percebi se me paquerou. Na verdade, o Rei gostou mesmo foi da Xuxa, moleca e extrovertida.
– Há lembranças inusitadas?
Xuxa – Uma vez, em um hotel em João Pessoa, queimei a mão tentando fazer sauna no banheiro. Comecei a gritar por causa da fumaça, do fogo, daí a Lu saiu pelada pelo corredor para buscar ajuda. Imagina a cara dos funcionários que levavam toalhas vendo aquele mulherão correndo. Por ser casada, mais experiente, ela sempre cuidava de mim.
Luiza – Acho que conseguimos envelhecer com essa ‘molequice’ dentro da gente. Isso é muito bom.
Xuxa – Tomávamos banho de sol na laje de minha casa no litoral, em Coroa Grande, ou em uma praia deserta. Como ficávamos nuas para não ter marca do biquíni, levava meu cão fila, Xuxo. Lui za ia com o Gumercindo, seu primeiro marido. Eles vigiavam para ninguém chegar perto. 
– Existe segredo de beleza para continuarem lindas?
Xuxa – Hoje me sinto mais relaxada, não em relação aos cuidados com o corpo, mas em não ficar me cobrando tanto isso, o passar dos anos. Prefiro ter as marcas da idade do que me deformar. As pessoas estão se enchendo de botox, errando a mão. Mas me cuido. Não bebo, não fumo, como e durmo bem e vou sempre à minha dermatologista, Karla Assed
Luiza – Não dá para ir contra o tempo, envelhecemos. Isso não tira o meu sono. Tam bém não fico direto na academia, não aplico botox ou faço dietas radicais. Acor- do às 6h, faço pilates. Sou hiperativa. Quando deito, durmo (risos).
– O que explica a emoção de vocês com o reencontro?
Xuxa – Mexe fundo quando se fala a verdade, dos erros e acertos, olhando para alguém que nunca deveria ter saído do seu lado, mas sempre esteve no coração.
Luiza – Assim como Xuxa, sou sensível e emotiva. Então, este encontro confrontou sentimentos fortes, reavivou a oportunidade de nova etapa na nossa amizade.
– Algum arrependimento?
Luiza – De nada. Escolhas são feitas, precisamos aceitar o passado. Bom que, no futuro, podemos pensar e realizar tudo com mais clareza. Não somos perfeitos.
Xuxa – Queria ter confiado e falado menos. Assim não teria ficado tanto tempo longe da Luiza

Nenhum comentário:

Postar um comentário